Burnley 0 x 1 manchester city – campeonato inglês 2018/19 rodada 36

Compartilhe no WhatsApp

Manchester City sofre, mas vence Burnley com gol “tecnológico” de Agüero

Time de Pep Guardiola ultrapassa Liverpool e retoma liderança do Campeonato Inglês a duas rodadas do fim

O Manchester City não balançou as redes, mas venceu o Burnley por 1 a 0 e retomou a liderança do Campeonato Inglês. Agüero foi o herói da suada vitória fora de casa com um gol marcado graças a tecnologia da linha do gol. O chute do argentino passou por cerca de três centímetros antes do corte – que acabou sendo em vão – do zagueiro Lowton.

Lowton faz o corte, mas bola de Agüero passa a linha do gol por cerca de três centímetros (Foto: Reuters)
Lowton faz o corte, mas bola de Agüero passa a linha do gol por cerca de três centímetros (Foto: Reuters)

Situação na tabela e próximos jogos

Com o resultado, o Manchester City chegou aos 92 pontos, retomando a liderança perdida para o Liverpool (91) na última sexta-feira (foi a 29ª troca de liderança na temporada). Faltando dois jogos para o término do Campeonato Inglês, o time de Guardiola depende apenas de si para garantir o bicampeonato. Na próxima rodada, 6 de maio, o City pega o Leicester em casa. Já o Liverpool visita o Newcastle um dia antes.

Agüero comemora gol do City sobre o Burnley com Bernardo Silva (Foto: Reuters)
Agüero comemora gol do City sobre o Burnley com Bernardo Silva (Foto: Reuters)

Agüero se iguala a Henry e Shearer

Vice-artilheiro do Campeonato Inglês com 20 gols, Agüero alcançou neste domingo duas marcas consideráveis. Se tornou o segundo jogador da história da Premier League a alcançar 20 ou mais gols em cinco temporadas seguidas. O primeiro foi Thierry Henry, pelo Arsenal, nos anos 2000. Além disso, ele também chegou a marca de 20 ou mais gols em seis temporadas seguidas. Feito que antes pertencia apenas a Allan Shearer, lendário atacante do Blackburn e Newcastle.

The only two players to score 20+ goals in 5 consecutive PL seasons.

Thierry Henry: Sergio Agüero:
✓ 2001-02 ✓ 2014-15
✓ 2002-03 ✓ 2015-16
✓ 2003-04 ✓ 2016-17
✓ 2004-05 ✓ 2017-18
✓ 2005-06 ✓ 2018-19

(stat via @Squawka) pic.twitter.com/vpnWfzhiGq

— Dugout (@Dugout) 28 de abril de 2019

Sono azul no 1º tempo. Pep tenso

Sem Fernandinho e De Bruyne, ambos machucados, o Manchester City fez um primeiro tempo abaixo da crítica. Domínio total, mas zero intensidade. Apenas um chute na direção do gol que deixou o técnico Pep Guardiola bastante tenso e irritado no banco de reservas.

Guardiola durante Burnley x Manchester City (Foto: Reuters)
Guardiola durante Burnley x Manchester City (Foto: Reuters)

Pressão no 2º tempo. Pep feliz

No segundo tempo, o Manchester City voltou muito mais disposto e criou várias chances de gol até que, aos 17, Agüero balançou as redes. Ou melhor. Não balançou, uma vez que de Lowton cortou o chute do argentino. No entanto, não o suficiente para evitar o gol (para ser mais exato, por três centímetros o defensor do Burnley não deixou os torcedores do Liverpool felizes). E no fim, quem ficou feliz mesmo foi Pep Guardiola, cada vez mais próximo de levar o City ao inédito bicampeonato inglês.

Guardiola durante Burnley x Manchester City (Foto: Reuters)
Guardiola durante Burnley x Manchester City (Foto: Reuters)