Grêmio 1 x 2 santos – campeonato brasileiro 2019 rodada 1

Compartilhe no WhatsApp

Santos de Sampaoli surpreende o Grêmio de Renato na Arena: 2 a 1

Com gols de Eduardo Sasha e Felipe Jonatan no primeiro tempo, Peixe vê Vanderlei brilhar na etapa final e cala 34 mil torcedores gremistas – Everton desconta no fim

Santos Venceu!

Foi um jogaço! Sem se intimidar com a pressão da torcida na Arena Grêmio (34 mil torcedores), principalmente no primeiro tempo, e contando com ótima atuação de Vanderlei no segundo, o Santos estreou no Brasileirão vencendo o Grêmio por 2 a 1, gols do ex-colorado Eduardo Sasha e do lateral-esquerdo Felipe Jonatan, na manhã deste domingo – Everton descontou no fim. No duelo tático entre os treinadores que mais prezam pelo futebol bem jogado, de posse de bola, o argentino Jorge Sampaoli levou a melhor sobre Renato Portaluppi – tudo sob os olhares do treinador da seleção brasileira, Tite. O goleiro Vanderlei, nunca convocado por Tite, brilhou com defesas impressionantes na etapa final. O gol de Everton aos 47 deu uma agitada no jogo no fim, mas o Santos conseguiu segurar a vitória.

Tite Assiste o Jogo

O técnico da seleção brasileira foi à Arena Grêmio para observar os gremistas Everton, Geromel e Leonardo, mas teve muito santista brincando que, na verdade, ele foi ver Jorge Sampaoli. O argentino deu um nó tático em Renato Portaluppi.

Tite acompanha Grêmio x Santos na Arena Grêmio (Foto: Diego Vara/BP Filmes)
Tite acompanha Grêmio x Santos na Arena Grêmio (Foto: Diego Vara/BP Filmes)

Análise tática do Jogo

Quem imaginava o Grêmio poupando titulares (já que vem de maratona de jogos decisivos na Libertadores e finais do Gaúchão) se surpreendeu ao ver o Santos com vários jogadores importantes no banco, como Jorge, Carlos Sánchez, Derlis González e Rodrygo. Enquanto Renato Gaúcho mandou a campo o que tem de melhor, Jorge Sampaoli resolveu preservar alguns titulares e escalar o time com três zagueiros. No confronto entre os times que mais apreciam a posse no Brasil, o Grêmio teve mais a bola (63% a 37%), mas o Santos foi muito mais efetivo: abriu o placar com Eduardo Sasha logo aos 5 minutos e ampliou com Felipe Jonatan aos 34. O Grêmio chegou a ter um gol anulado por impedimento no fim da etapa inicial. No segundo tempo, Renato colocou Diego Tardelli no lugar de Alisson, muito mal, e Luan em Jean Pyerre. O Grêmio cresceu, mas o Santos continuou assustando, agora nos contra-ataques, muito em função das boas atuações de Soteldo e Jean Lucas. No final, porém, o jogo foi todo do Grêmio. A pressão foi impressionante, mas o gol só saiu aos 47, com Everton, graças à ótima atuação de Vanderlei. E o Santos acabou vencendo pelo que fez no primeiro tempo.

Jorge Sampaoli, técnico do Santos (Foto: Diego Vara/BP Filmes)
Jorge Sampaoli, técnico do Santos (Foto: Diego Vara/BP Filmes)

VAR em ação no jogo Grêmio  x  Santos

No fim do primeiro tempo, quando o Santos vencia por 2 a 0, André marcou para o Grêmio, mas o gol foi anulado após consulta ao VAR, que pegou impedimento de Cortez na origem da jogada. “O Cortez está com um tronco na frente. O gol foi anulado corretamente”, disse Sandro Meira Ricci, comentarista de arbitragem da TV Globo.

Próximos jogos do Santos e Grêmio

O Grêmio volta a jogar na quarta-feira, diante do Avaí, às 19h15, em Florianópolis. Já o Santos recebe o Fluminense na Vila Belmiro, quinta-feira, às 19h15.

Primeiro tempo

O Grêmio se surpreendeu com o Santos, que partiu pra cima logo no início – com 10 minutos de jogo, eram três finalizações (e um gol, com Eduardo Sasha, aos 5) do time paulista e nenhuma dos gaúchos. Mesmo em vantagem o Santos continuou jogando bola – nada de recuar para segurar o 1 a 0. E chegou ao segundo gol com Felipe Jonatan, aos 34, pegando sobra de escanteio. Com André, o Grêmio ainda fez um gol nos últimos minutos, anulado com ajuda do VAR, por impedimento de Cortez na origem do lance.

Eduardo Sasha marca e provoca a torcida do Grêmio (Foto: Diego Vara/BP Filmes)
Eduardo Sasha marca e provoca a torcida do Grêmio (Foto: Diego Vara/BP Filmes)

Segundo tempo

Com Alison no lugar de Jean Mota, Sampaoli deixou claro que a postura do Santos no segundo tempo seria a do contra-ataque. Quase chegou ao terceiro gol com Jean Lucas, após boa jogada de Soteldo, aos 13. Mas quem jogou bola no segundo tempo foi o Grêmio, que melhorou com as entradas de Diego Tardelli e Luan nos lugares de Alisson e Jean Pyerre. Foi aí que começou a brilhar a estrela de Vanderlei, em chutes de fora da área de Tardelli e Luan e finalizações à queima-roupa de Tardelli e André. Este último ainda tentou de bicicleta, mas parou na trave. A pressão do Grêmio foi impressionante, mas o gol só saiu aos 47, com Everton, e o Santos acabou vencendo pelo que fez no primeiro tempo.

Vanderlei, goleiro do Santos, brilhou no segundo tempo (Foto: Diego Vara/BP Filmes)
Vanderlei, goleiro do Santos, brilhou no segundo tempo (Foto: Diego Vara/BP Filmes)

Homenagem a Antônio Carlos Verardi

O jogo teve um minuto de silêncio em memória de Antônio Carlos Verardi, funcionário mais antigo do Grêmio – ele dedicou 54 de seus 84 anos ao clube gaúcho. Na camisa de jogo, os jogadores levaram o nome de Verardi às costas.

Geromel e Soteldo em Grêmio x Santos (Foto: Wesley Santos/Agência PressDigital )
Geromel e Soteldo em Grêmio x Santos (Foto: Wesley Santos/Agência PressDigital )

Nas redes sociais…

O Santos provocou Renato Gaúcho e disse que “Sampaoli venceria até no futevôlei”.

Santos provoca Grêmio em redes sociais (Foto: reprodução)
Santos provoca Grêmio em redes sociais (Foto: reprodução)

Bom público do Jogo Grêmio 1 x 2 Santos
Público total na Arena: 34.291 torcedores