No encontro, anitta revela que sentia vergonha da pobreza na infância

Compartilhe no WhatsApp

ANITTA NO ENCONTRO

Anitta cantou os hits do álbum Kisses no Encontro desta quarta (17) e falou sobre dificuldades na infância

A cantora Anitta participou do Encontro desta quarta-feira (17) e revelou que sentia vergonha da pobreza vivida na infância. Fátima Bernardes contava a história de uma estudante de Engenharia que passou a reformar as casas dos outros após sofrer com a precariedade de sua moradia, quando a funkeira resolveu revelar alguns dramas. “Até eu virar cantora a minha vida era assim. Minha casa era só goteira”, lembrou ela.

A dona do hit Veneno disse que, assim como a entrevistada, chamada apenas de Fernanda, ela sofria muito com as goteiras dentro de casa. “Morria de vergonha. Chovia e a parede ficava igual uma pizza. Era babado!”.

A cantora também relembrou quando quiseram filmar sua casa. “A gente colocava uns baldinhos quando chovia. Uma vez me arrumaram uma entrevista que seria em casa e quiseram filmar meu quarto, exatamente onde tinha goteira. E ela caía na câmera do cara. Eu tinha muita vergonha.”

“Minha mãe não entendia”, explicou Anitta, ao dizer que sua família veio da Paraíba em romaria e que, para eles, tudo era luxo. “Mas eu sonhava em ter uma casa boa, um quintal. Depois que a gente corre atrás do que a gente quer, sempre arrumamos uma maneira de conseguir”, continuou ela, em uma mensagem de motivação.

Empolgada, a popstar pediu para que marcas patrocinassem a entrevistada de Fátima. “Poderia vir uma supermarca de material de construção com cimento, tintas, massa corrida. Eu faria até publipost [forma de publicidade feita por artistas e influenciadores nas redes socias] para a marca”, valorizou.