Órfãos da terra: laila e jamil são detidos pela polícia após tiro em aziz

Compartilhe no WhatsApp

SHEIK BALEADO

Órfãos da Terra: Laila e Jamil são  detidos pela polícia após tiro em Aziz

Laila (Julia Dalavia) e Jamil (Renato Góes) vão chegar logo após ataque em Órfãos da Terra

Laila (Julia Dalavia) e Jamil (Renato Góes) vão ser detidos pela polícia após serem flagrados no local do crime contra Aziz (Herson Capri) em Órfãos da Terra. O sheik levará um tiro, e o casal chegará em seguida a tempo de encontrá-lo ferido. Em choque, a mocinha pegará a arma do vilão e se tornará suspeita do ataque.

Laila e Jamil vão se esconder do sheik após o casamento, mas Aziz descobrirá o paradeiro do casal com a ajuda de Camila (Anaju Dorigon) e irá para lá sozinho. Quando for tocar a campainha, alguém se aproximará dele. “Chu hêda? O que faz aqui?”, dirá o sheik.

Ao mesmo tempo, Almeidinha (Danton Mello) avisará os pais de Laila que Aziz conseguiu sair da prisão. Os recém-casados estarão na rua, chegando ao imóvel que servirá de esconderijo para eles e toda a família da refugiada.

Elias (Marco Ricca) e Missade (Ana Cecília Costa) escutarão três tiros serem disparados e correrão para fora da casa. Encontrarão Laila e Jamil ao lado do sheik todo ensanguentado. Ela estará segurando uma arma.

“Yá bínti! O que você está fazendo com essa arma na mão?”, perguntará Elias. “Eu… eu peguei do chão”, responderá a filha. “Chu hêda? O que aconteceu? Você?”, questionará Missade, confusa. “Não sei. Eu não sei, yáma”, falará Laila, aos prantos.

Um policial chegará e levará todos para a delegacia. “Segundo os policiais que chegaram ao local, a arma estava ‘quente’ na sua mão, Dona Laila. Tinha sido disparada há poucos segundos”, começará o delegado.

“O tiro que atingiu Aziz não partiu dessa arma! Quando chegamos, ele já estava caído ao chão, ferido! A arma estava quente porque ele mesmo deve ter disparado. Talvez para se defender de quem o atacou”, argumentará Jamil.

“Mas por que a senhora pegou a arma?”, perguntará o policial. “Não sei. Eu cheguei e vi o sheik caído. A arma estava do lado. Eu peguei sem pensar”, explicará a síria. O delegado decidirá não liberá-los enquanto a perícia da arma não for feita.
“Estamos presos? Não é possível”, reclamará o libanês. “Não se trata de uma prisão, e sim de uma retenção para evitar a fuga”, amenizará o policial.