Vencedora do bbb19, paula von sperling faz as pazes com sua ‘porca rancorosa’

Compartilhe no WhatsApp

PAULA E PIPPA
A vencedora do BBB19 Paula von Sperling com sua porca, Pippa, que estava 'de mal' dela

Após passar três meses longe de Pippa, sua porca de estimação, Paula von Sperling finalmente voltou para sua casa e fez as pazes com o bicho. A vencedora do BBB19 estava sendo ignorada pela porca, que parece ter ficado magoada por ter passado tanto tempo sem sua dona. Paula chamou Pippa de “rancorosa” e está feliz por ter reconquistado sua amizade.

“Fizemos as pazes, ela voltou a me seguir, andei com ela pelo quintal. Acredito que agora está tudo bem. Pippa estava me ignorando real. As pessoas riem, mas ela é muito rancorosa”, disse a ex-BBB ao GShow.

Paula publicou stories em seu perfil no Instagram em que aparece dando ração para Pippa, fazendo carinho nela e chamando-a de filha. “Quem é a filhinha da mamãe? Quem é a filhinha que a mamãe mais ama no universo? A gente está andando juntas novamente. Graças a Deus, estou muito feliz”, completou a nova milionária.

A ex-BBB cria Pippa como se fosse um animal de estimação comum e muito mimado. Ela dá banho na porca, oferece ração, frutas e até carne de porco para o animal comer.

De acordo com entrevista de Porthos von Sperling, irmão de Paula, ao jornal Extra, a porca chegou a ficar depressiva durante o período em que a dona estava no Big Brother. Passava os dias isolada, deitada e até chorava.

Mas a ex-BBB acredita que o fato de ter tido filhotes foi o que mais mexeu com Pippa. Recentemente ela deu à luz nove porquinhos. “O ‘meninos’ estão estressando ela. Vou levar todo mundo para morar com meu pai”, falou Paula.

Após ter ganhado o prêmio máximo do reality, Paula ainda não sabe se continuará a morar em sua cidade, Lagoa Santa, em Minas Gerais, e disse que fará reuniões para decidir seu futuro profissional.

“Tenho recebido diversos convites e estou avaliando as oportunidades. Meu foco agora é encontrar um assessor de imprensa. Tenho um amigo me ajudando, mas é provisório. Ainda não vi necessidade de me mudar, mas se for preciso a gente arruma a mala e vai”, expilcou.