O sétimo guardião: aguinaldo silva revela que esqueceu de dar final a personagem

Compartilhe no WhatsApp

O Sétimo Guardião: Aguinaldo Silva revela que esqueceu de dar  final a personagem

Aguinaldo Silva, autor de O Sétimo Guardião, durante entrevista ao Programa Conversa com Bial

Aguinaldo Silva admitiu que por pouco um de seus personagens não ficou sem desfecho em O Sétimo Guardião. O autor da novela das nove, que será exibida até o dia 17, revelou em post no Instagram que mandou de última hora um adendo do último capítulo com o final da história de Nicolau (Marcelo Serrado).

“Acordo assustado no meio da noite: ‘Esqueci do Nicolau!’ E corro para fazer um adendo ao último capítulo”, escreveu o novelista na manhã desta segunda-feira (6).

Os seguidores aproveitaram o post para criticar o personagem e sugerir finais para o chapeiro machão da trama.

“Podia ter morrido há uns 80 capítulos. Personagem chato. O pior do Marcelo Serrado. Ainda por cima repetitivo pois na novela anterior também tinha um marido machista, grosso, que humilhava os filhos e era vivido pelo Roberto Bonfim. Bola fora Aguinaldo. Sou teu fã mas essa não deu”, comentou Alex Santana, citando Agenor, da novela Segundo Sol.

“Coloca o Nicolau apaixonado pelo Adamastor!”, escreveu Junia Todde, que apostou em um romance gay com o recepcionista interpretado por Theodoro Cochrane. “Final de Nicolau, apaixonado pelo Adamastor, justíssimo e dançando no cabaré para sobreviver”, concordou Dani D’Amato.

Valeu a pena?
Na madrugada do último sábado (4), Aguinaldo Silva escreveu os momentos finais da novela e questionou se valeu mesmo a pena. Os problemas em O Sétimo Guardião deixaram o novelista por trás de sucessos como Tieta (1989) e Senhora do Destino (2004) frustrado com o atual trabalho.

“Muitas vezes na vida escrevi a palavra ‘Fim’… E ela, para mim, sempre significou ‘recomeço’. Hoje, mais uma vez a escrevi: ‘Fim’! E agora me pergunto, como naquela canção de Ivan Lins: vai valer a pena ter sobrevivido?”, publicou ele em seu Twitter, fazendo referência à música Começar de Novo.

Acostumado a receber elogios por suas novelas na Globo, Silva viveu o outro lado da moeda. A trama protagonizada por Bruno Gagliasso e Marina Ruy Barbosa sobre os protetores de uma fonte mágica tem sido muito criticada, por apresentar uma história que não faz o menor sentido –mesmo para os padrões do realismo fantástico.

A audiência também deixa a desejar: até o momento, a novela tem média de 28,6 pontos na Grande São Paulo, um índice muito baixo para uma faixa do principal horário da Globo. Em 31 de dezembro, conseguiu registrar o pior ibope de uma novela das nove da história da emissora: apenas 15,2 pontos.