Assassinato em topíssima faz fãs acreditarem que aline riscado morreu na vida real

Compartilhe no WhatsApp

Assassinato em Topíssima faz fãs acreditarem que Aline Riscado morreu na vida real

Cristiana Oliveira, Felipe Cunha e Juliana Didone deixaram seus fãs confusos com anúncio de morte em Topíssima

Os seguidores de alguns atores que estão no elenco a novela Topíssima, da Record, ficaram bastante confusos ao verem os artistas compartilhando cartazes da morte de Luciana, personagem de Aline Riscado, nas redes sociais. Nesta terça (4), muitos não entenderam que se tratava de uma campanha de promoção da trama e passaram a lamentar a morte real da ex-bailarina do Faustão –que segue viva.

“Senhor não acredito, esse mundo está precisando de mais amor no coração, como pode matar pessoas tão boas?”, questionou Stefany Teles à atriz Cristiana Oliveira. “Querida, isso é uma novela!”, respondeu a intérprete de Lara Alencar.

“Aline Riscado morreu?”, perguntou Marlon Santos. “O Brasil está difícil. Todos os dias é uma tragédia”, comentou a usuária @nadiavdg também no perfil de Cristiana.

Um dos motivos da confusão é que boa parte dos seguidores destes artistas não estão acompanhando a novela da Record. “Cris, você está no elenco?”, questionou Luciana Senem a Cristiana Oliveira. “Querida, estreou no dia 21 de maio. Às 19h45, na Record”, respondeu a atriz.

O ator Felipe Cunha, que protagoniza Topíssima na pele do personagem Antonio Ramos, também confundiu seus seguidores com a foto em que aparece segurando um cartaz questionando “Quem matou Luciana?” e gerou comentários divertidos.

“Gente eu não lembrava o nome dessa atriz na realidade, achei que ela tinha morrido real. Depois que fui lincar com a novela, que alívio!”, comentou a internauta Monique Bonfim. “Gente! A boba aqui até o ‘Tico e o Teco’ se falarem ficou com cara de Cidade Alerta”, escreveu Tatyana Eloy.

Luciana foi assassinada nos primeiros capítulos de Topíssima. No capítulo de quarta-feira (5), o policial corrupto Pedro Almada (Felipe Cardoso) matará o peixeiro Caio (Ivan Rios) com o propósito de empurrar para ele a culpa pela morte da personagem de Aline Riscado.