Fairy gone: segunda parte ganha vídeo promocional com nova música de abertura

Compartilhe no WhatsApp

  Fairy gone: Segunda parte ganha vídeo promocional com nova música de abertura
Segunda parte de Fairy gone ganha vídeo promocional com nova música de abertura.

O anime Fairy gone, que estreou em abril desse ano no Japão, ganhou um novo vídeo promocional para divulgação da segunda fase do anime, que está marcada para estrear em outubro. O vídeo tem uma prévia da música “STILL STANDING”, novo tema de abertura pelo grupo [K]NoW_NAME.

Fairy gone tem direção de Kenichi Suzuki (JoJo’s Bizarre Adventure, Drifters) e roteiro de Ao Juumonji, autor da light novel Hai to Gensou no Grimgar. O design de personagens é de Takako Shimizu (JoJo’s Bizarre Adventure, designer assistente em Inuyashiki). Por fim, o trabalho original está creditado para o grupo chamado “Five fairy scholars”.

Confira abaixo o novo vídeo promocional divulgado:

No anime, somos introduzidos a um mundo onde as fadas, no passado, serviam como armas. Ao possuir animais, elas davam poderes especiais para eles. Em certo ponto, foi descoberto que implantar orgãos desses animais em humanos possibilitava que esses humanos também ganhassem poderes especiais.

Com a descoberta, diversos humanos modificados são usados em guerras e acabam sendo chamados de “Fairy Soldiers”. Com o fim de uma longa guerra, os soldados perdem seu propósito e, de alguma forma, precisam reintregar a sociedade. Alguns seguem para o governo, outros entram para a máfia ou até mesmo se tornaram terroristas, cada um seguindo seu caminho.

A história do anime começa nove anos após o fim da guerra e tem foco na protagonista Maria Noel, agente de uma organização chamada “Dorothea”, que tem como objetivo investigar e impedir crimes relacionados com o poder das fadas. Mesmo em tempos “de paz”, a situação pós-guerra ainda se mostra bastante instável, deixando vários criminosos a solta que ainda sentem as dores do conflito. No fundo, essa é uma história de como os “Fairy Soldiers” buscam sua própria justiça em um mundo caótico.