Éramos seis: julia stockler será filha de susana vieira – ‘um presente’

Compartilhe no WhatsApp

Atriz será Justina na próxima novela das 6
Julia Stockler como Justina, filha de Emília (Susana Vieira). A personagem será prima de Lola (Gloria Pires) em 'Éramos Seis' — Foto: Globo/Raquel Cunha

Julia Stockler como Justina, filha de Emília (Susana Vieira). A personagem será prima de Lola (Gloria Pires) em ‘Éramos Seis’ — Foto: Globo/Raquel Cunha

Aos 31 anos, Julia Stockler fará sua estreia em novelas contracenando com Susana Vieira em Éramos Seis. Na trama assinada por Angela Chaves e com direção artística de Carlos Araújo, a atriz será Justina, filha de Emília – papel de Susana – e prima de Lola (Gloria Pires), Olga (Maria Eduarda de Carvalho) e Clotilde (Simone Spoladore):

“Conheci a Susana nesta novela e está sendo um presente conviver com ela. Uma atriz intuitiva e generosa que me acolheu com o coração aberto. Com sua seriedade profissional, tenho certeza que trilharemos juntas uma linda jornada”.

“Estrear em novelas fazendo parte de um elenco tão incrível e potente, podendo contribuir para contar a história de ‘Éramos Seis’ é uma alegria”.

'Éramos Seis': Justina (Julia Stockler), Zeca (Eduardo Sterblitch) e Olga (Maria Eduarda de Carvalho) — Foto: Globo/Raquel Cunha

‘Éramos Seis’: Justina (Julia Stockler), Zeca (Eduardo Sterblitch) e Olga (Maria Eduarda de Carvalho) — Foto: Globo/Raquel Cunha

Justina sofre de um distúrbio mental que provoca uma dificuldade no convívio social. Isolada de todos pela mãe, a jovem terá sua rotina movimentada quando Olga se oferecer para passear com a prima ao lado de Zeca (Eduardo Sterblich) – com o intuito de conquistar a confiança da tia.

Para compor a personagem, Julia – que rodou as primeiras cenas da produção em externas em São Paulo – participou de encontros com um grupo que se enquadra dentro do espectro autista:

“A Justina é um personagem que está me ensinando novos ângulos para olhar o mundo. Através de um universo particular e extremamente sensível, transita no seu imaginário construindo maneiras próprias de se comunicar com as pessoas”.

‘A Vida Invisível de Eurídice Gusmão’ tem Carol Duarte e Júlia Stockler como protagonistas. — Foto: Bruno Machado/Divulgação

‘A Vida Invisível de Eurídice Gusmão’ tem Carol Duarte e Júlia Stockler como protagonistas. — Foto: Bruno Machado/Divulgação

Sucesso no cinema
Elogiada no Festival de Cinema de Cannes por seu trabalho no filme “A Vida Invisível”, Julia interpreta uma das protagonistas do longa dirigido por Karim Aïnouz. A produção narra a trajetória de duas irmãs cariocas nos anos 1950, Eurídice e Guida, que tem seus sonhos soterrados pelo peso de uma sociedade machista.

Vencedor da mostra Um Certo Olhar na premiação francesa, o projeto – que tem estreia prevista para novembro no Brasil, foi escolhido para representar nosso país para tentar uma vaga no Oscar 2020:

“Ganhar a indicação para concorrer a seleção de filme internacional no Oscar foi uma emoção indescritível”.

“Defender um filme que aborda o patriarcalismo e suas estruturas de opressão contra as mulheres é de extrema importância para o momento que estamos vivendo”.

“Acredito que é através do amor e da tolerância às diferenças que podemos vislumbrar uma sociedade mais justa”.

Com estreia prevista para este semestre, Éramos Seis é escrita por Angela Chaves, baseada na novela original escrita por Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho, livremente inspirada no livro de Maria José Dupré. A direção artística é de Carlos Araújo.