Amor de mãe: magno treme ao depor sobre morte de estuprador na frente de betina

Compartilhe no WhatsApp

Amor de Mãe: Magno treme ao depor sobre morte de estuprador na frente de Betina

Magno (Juliano Cazarré) em cena de Amor de Mãe; frentista ficará tenso ao depor sobre morte de estuprador

Magno (Juliano Cazarré) vai tremer na base ao depor sobre a morte de Genilson (Paulo Gabriel) em Amor de Mãe. O frentista não vai conseguir esconder a tensão ao mentir para polícia, ainda mais na frente de Betina (Isis Valverde). O nervosismo do mocinho vai deixar a inspetora Míriam (Ana Flavia Cavalcanti) desconfiada.

A enfermeira pedirá para o filho de Lurdes (Regina Casé) ir até a delegacia contar como encontrou o celular do irmão. Com medo de a mocinha descobrir que ele foi o responsável pela morte do estuprador, Magno tentará escapar da situação.

“Encontrei o celular no 110 e pronto. Não tenho mais o que falar num depoimento”, afirmará o personagem de Juliano Cazarré. “Não é um depoimento, Magno. É uma conversa. Mas se você não quiser ir comigo, tudo bem”, responderá Betina. O frentista acabará aceitando ir com ela até a delegacia.

Em seguida, eles vão aparecer na sala da inspetora Míriam. “A Betina me contou que você encontrou o celular do Genilson no ônibus?”, começará a policial. “Exatamente. Eu entrei no 110, que passa ali em baixo do viaduto. E quando sentei, vi o celular”, dirá o pai de Brenda (Clara Galinari). “Aí minha mãe ligou pro Genilson e o Magno atendeu”, completará a personagem de Isis Valverde.

A inspetora questionará que horas a ligação aconteceu. “Umas dez da noite, porque eu já tinha chegado em casa. Aí eu levei o telefone lá na casa dela pra devolver”, explicará o mocinho. Ele dirá que demorou três dias para entregar o aparelho para a mãe do estuprador, e a policial vai querer saber o motivo da demora.

Colocado contra a parede

“Porque eu trabalho num posto de gasolina e tenho uma filha, que eu crio sem a mãe. Eu tive que esperar uma brecha”, dirá o irmão de Érica (Nanda Costa). “Mas você consertou o banheiro da dona Nicete [Magali Biff], não consertou? Pra isso você teve tempo?”, desconfiará a agente da lei.

“Era uma coisa simples. O registro estava com defeito e a dona Nicete tinha que subir num banquinho toda vez que queria usar a água. Eu achei perigoso pra uma senhora da idade dela. E eu também tenho mãe, né?”, rebaterá o frentista.

“Por que dedicar tanto tempo a uma pessoa que você nunca viu, só porque encontrou o celular do filho dela no ônibus?”, questionará a personagem de Ana Flavia Cavalcanti. O filho de Lurdes ficará tenso e dirá que fez o que achou certo.

“O Magno é assim, inspetora. A gente se conhece há quatro anos, desde que eu entrei lá no hospital. Ele cuida da esposa que está em coma. Além disso, a filha dele tem talassemia, ela precisa fazer transfusão de sangue todo mês”, contará Betina.

“Eu não sabia que vocês já se conheciam antes! Que coincidência, né?”, afirmará Míriam. “É. Foi muita coincidência mesmo”, dirá o mocinho. A inspetora vai ficar desconfiada de Magno nas cenas que irão ao ar neste sábado (30).