Corpo de estuprador some e deixa lurdes e magno apavorados

Compartilhe no WhatsApp

No primeiro capítulo de Amor de Mãe, novela das 21h da Globo, Magno (Juliano Cazarré) flagrou um caso de estupro e não pensou duas vezes antes de socorrer a vítima. Nesse processo, no entanto, o criminoso acabou morrendo acidentalmente. Cheio de sangue, o personagem voltou para casa e deixou a mãe apavorada, mas ao explicar o que aconteceu ganhou o apoio da protagonista. Nos capítulo desta terça-feira (26), o rapaz levará a mãe para o local do crime, mas ficará apavorado ao ver que o corpo mudou de local.

“O homem se mexeu. Acho que ele não estava morto quando eu fugi. Deve ter acordado, tentou pedir ajuda e acabou morrendo. Se eu não tivesse fugido, talvez tivesse salvado a vida dele”, dirá ele, que será defendido por Lurdes. “Você salvou a vida da mulher que ele estava estuprando, Magno. O resto foi acidente”, retrucará ela.

Para completar, Magno ainda descobrirá que trocou de celular com o estuprador quando receber uma ligação da mãe do criminoso dizendo que está preocupada com o herdeiro. “Mãe, eu peguei por engano o celular do cara que morreu. Estava escuro, na hora eu peguei o celular no chão, achei que fosse o meu, mas não era”, contará ele à mãe.

No dia seguinte, ao perceber a presença da polícia, ela voltará para especular se existe alguma chance do filho ser incriminado. “Eu passei aqui ontem de noite, vi uma confusão. Não teve nada de estranho aí, não?”, perguntará ela a um operário. “Que eu saiba não”, responderá ele. “Nem polícia, nem nada mesmo?”, insistirá ela, que depois falará com Magno.

“Eu fui na obra, meu filho, e o corpo sumiu! Alguém deve ter visto o que aconteceu!”, dirá ela. “É muito estranho, mãe, um corpo não pode desaparecer”, responderá ele. “Talvez ele não estivesse morto de vez, acordou e fugiu”, dirá a protagonista. “Estava morto. Quando a gente foi lá buscar o celular, ele estava morto. Eu peguei no pescoço dele”, responderá o personagem de Cazarré.