De volta ao convento, fabiana exige sacrifícios e assusta freiras em a dona do pedaço

Compartilhe no WhatsApp

De volta ao convento, Fabiana exige sacrifícios e assusta freiras EM A Dona do Pedaço

Fabiana (Nathalia Dill) em cena de #ADonaDoPedaço ; falsiane voltará para o convento após ficar na miséria

Após perder a fábrica e ficar na miséria, Fabiana (Nathalia Dill) será rejeitada por todos. Sem saída, ela mendigará o dinheiro para voltar de ônibus ao convento em que vivia no Espírito Santo em A Dona do Pedaço. Lá, ela cuidará das finanças da instituição e deixará as freiras assustadas com os sacrifícios que exigirá com suas novas regras.

O final da falsiane, porém, ainda é um mistério. Alguns anos vão se passar no último capítulo, e o desfecho dela é mantido em sigilo pelo autor Walcyr Carrasco. O novelista, inclusive, prometeu que ela será punida pelas suas maldades.

O que se sabe é que Fabiana vai virar uma “freira terrorista” no antepenúltimo capítulo, no ar a partir desta quarta (20). No convento, ela cortará gastos, afirmará que as religiosas “gastadeiras” estão pecando.

Na volta da ex-noviça ao convento, ela logo se oferecerá como administradora pela experiência que adquiriu em São Paulo. “Seria um bálsamo! Aqui nenhuma tem muitas habilidades. Mas é um trabalho árduo”, dirá a religiosa. O nome da atriz não foi divulgado. “Eu me sacrifico. Voltei para me sacrificar”, responderá a irmã de Vivi (Paolla Oliveira).

Corte de gastos

A madre, então, mostrará como estão as contas e Fabiana chegará à conclusão de que precisará cortar gastos. “Será necessário tomar algumas medidas. Eu lamento muito, mas todas teremos que nos sacrificar e cortar alguns gastos. Em primeiro lugar, cada uma de vocês só poderá ter uma muda de roupa. As roupas excedentes serão vendidas”, anunciará a chantagista.

“Mas uma muda só é muito pouco, as roupas íntimas”, comentará uma freira. “Todas lavarão as roupas íntimas no banho e deixarão para secar. Assim não gastaremos também com a lavagem das roupas. É um sacrifício”, insistirá a mesquinha.

“Se o sacrifício é necessário, não reclamem. É pelas nossas finanças”, concordará a madre. Fabiana deixará todas as mulheres em pânico quando cortar os banhos para economizar água e sabonete. “Poderão tomar banho dia sim, dia não”, avisará a golpista. Assim como fez na Bolos da Paz, ela também desligará a energia elétrica no fim do dia.

A sequência remeterá a uma das primeiras cenas de Nathalia Dill na novela das nove, quando ela exigia corte de produtos de limpeza e gastos com eletricidade no convento. Desde o começo, a vilã já havia mostrado o quão mesquinha e sádica poderia ser.

Rejeitada por todos

Ela gosta de maltratar quem está sob seu comando, como aconteceu diversas vezes na fábrica de bolos. Na continuação do capítulo de sábado (16), a irmã de Vivi descobrirá que não tem como lutar contra Maria da Paz (Juliana Paes), pois o documento prova que ela nunca vendeu sua empresa.

Amadeu (Marcos Palmeira), então, vai propor um acordo. Ele permitirá que ela fique com o capital de giro da fábrica para começar um outro negócio. Antero (Ary Fontoura) será procurado pela chantagista e a orientará a aceitar a proposta para não sair com as mãos abanando.

Ao mesmo tempo, Bernardo (Bruno Gissoni) aparecerá ao lado de Agno (Malvino Salvador), transferindo todo o dinheiro da conta particular da ex-noviça para negócios do executivo em paraísos fiscais. As transações serão armadas para ela não ter como recuperar mais nada.

Ao descobrir que ficou até sem o dinheiro depositado na devolução da fábrica, Fabiana invadirá o apartamento de Agno para ameaçá-lo com uma arma, mas Leandro (Guilherme Leicam) o defenderá com unhas e dentes e a colocará para correr.

A falsiane decidirá pedir ajuda a Vivi e se oferecerá para voltar a ser assistente da irmã. Só que a blogueira, farta das mentiras dela, dirá não. O jeito vai ser Fabiana pedir ajuda a avó, Evelina, para voltar ao convento onde foi criada.