Nintendo switch já vendeu 10 milhões unidades japão

Compartilhe no WhatsApp

A Nintendo anunciou esta semana que já vendeu mais de 10 milhões de unidades do Nintendo Switch, incluindo a versão normal e Lite, no Japão, contando desde o lançamento (março de 2017) até o dia 3 de novembro deste ano! A empresa também informou recentemente que as vendas globais do console estão em torno de 41 milhões de unidades, então o Japão é palco de quase 25% da vendas do console.

O Nintendo Switch foi pré-anunciado em 2015, como “NX” e apresentado ao público no final de 2016, com as vendas se iniciando no ano seguinte. O video-game é um híbrido de portátil e console de mesa, podendo ser jogado das duas formas. Junto ou logo após o lançamento, alguns jogos de peso da Nintendo foram lançados, sendo importantes no impulsionamento do novo console. Entre eles estão The Legend of Zelda: Breath of the Wild, Super Smash Bros. Ultimate, Super Mario Odyssey, Mario Kart 8 Deluxe, Splatoon 2 e Pokémon: Let’s Go.

Nintendo Switch já vendeu 10 milhões unidades Japão

O Switch Lite foi lançado em setembro deste ano mas também ajudou a impulsionar as vendas, com a maioria dos compradores sendo mulheres e uma boa fatia comprando o segundo Nintendo Switch. Enquanto o console normal vendia a uma constante, a nova versão trouxe um aumento de vendas, que o próprio presidente da Nintendo, Shuntaro Furukawa, acredita estar relacionado ao lançamento de Dragon Quest XI e, no Japão, ao aumento no imposto de consumo.

Ao comprar um produto no Japão, normalmente paga-se um imposto de consumo, em outubro ele aumento de 8 para 10%, ou seja, se o produto custa 100 ienes, o preço final, com esse imposto, fica 110 ienes – o aumento nas vendas foi antes do imposto subir, ou seja, as pessoas aproveitaram para compar antes que encarecesse. No Brasil, não há impostos sobre consumo na mercadoria final, os impostos relativos a um produto são pagos pelas empresas e prestadores de serviços, não pelo consumidor final (obviamente, o custo dos impostos acabam incidindo no preço de loja dos produtos, mas o comprador não está pagando diretamente nenhum tributo ao governo, eles já foram todos pagos).