Pearson – franquia suits chega ao fim com cancelamento de série filhote flopada

Compartilhe no WhatsApp

PEARSON - Franquia Suits chega ao fim com cancelamento de série filhote flopada

Gina Torres na primeira e única temporada de Pearson; filhote de Suits flopou na audiência e foi cancelada

Uma decepção completa, a série Pearson (2019) foi cancelada após uma única temporada. Isso significa o fim da franquia Suits (2011-2019) na TV. O filhote do famoso drama de advogados teve pouco mais da metade da audiência da atração mãe, ambientada em Nova York, estrelada por Gabriel Macht, encerrada em setembro deste ano.

Exibida no canal pago USA Network, Pearson levou esse nome porque tinha como protagonista a advogada Jessica Pearson, interpretada por Gina Torres. A série acompanhou a advogada em Chicago, cidade que a acolheu após ser proibida de praticar a profissão em Nova York, onde tinha uma firma com o seu nome na parede.

Trabalhando somente em casos pro bono (advocacia gratuita), Pearson encontrou um emprego na prefeitura de Chicago como uma espécie de fixer (a que limpa as sujeiras) do prefeito da cidade, Bobby Novak (Morgan Spector). Assim, ela passou a conhecer o mundo sujo da política, cheio de corrupção e violência.

Embora a série tivesse qualidade e um viés social importante (luta por moradias populares e cobrança por um trabalho mais social da prefeitura), Pearson não agradou como esperado e chegou ao fim com a história em aberto.

Os dez episódios da única temporada foram vistos, nos Estados Unidos, por 513 mil telespectadores, em média. Foi a segunda pior série em audiência do USA Network neste ano, à frente somente de Mr. Robot, que está na última temporada e já tem um público baixo por narrar uma trama complexa e diferenciada.

Esse número alcançado por Pearson é pouco mais da metade do que Suits obteve com a nona e última temporada, exibida nos EUA entre julho e setembro, que teve média de 988 mil telespectadores por episódio.