Aline riscado, paolla oliveira e viviane araújo, veja quem são as rainhas de bateria do grupo especial do rio de 2020

Compartilhe no WhatsApp

Aline Riscado, Paolla Oliveira e Viviane Araújo estão entre as rainhas de bateria que vão cruzar a Marquês de Sapucaí em 2020 no carnaval do Rio — Foto: Reprodução/Instagram

Aline Riscado, Paolla Oliveira e Viviane Araújo estão entre as rainhas de bateria que vão cruzar a Marquês de Sapucaí em 2020 no carnaval do Rio — Foto: Reprodução/Instagram

Entre as trocas de coroas e retornos à Sapucaí, nomes de veteranas como Viviane Araújo continuam entre os reinados intactos no carnaval do Rio. Aline Riscado e Paolla Oliveira são novidades.

Nem toda soberana se mantém com a coroa na cabeça de um carnaval para o outro. Entre as trocas de carnavalescos, comissões de carnaval, compositores e até mestres de baterias, as escolas também fazem suas novas escolhas para um posto muito cobiçado: o de rainha de bateria. E, para 2020, não foi diferente.

Depois de chegar atrasada no desfile da Unidos da Tijuca em 2019, Elaine Azevedo abriu caminho para Lexa reinar absoluta em seu lugar. Já na Vila Isabel, Sabrina Sato deixou o cargo, após nove anos, e Aline Riscado assumiu o trono. E por aí vai!

Para saber quem vai brilhar no carnaval, o G1 listou quem são as rainhas de bateria do Grupo Especial de 2020 do Rio.

Confira:

Estácio de Sá

Jack Maia é a nova rainha de bateria da Estácio de Sá — Foto: Reprodução/Instagram

Jack Maia é a nova rainha de bateria da Estácio de Sá — Foto: Reprodução/Instagram

Depois de reinar por sete anos consecutivos na Série A, desfilando como rainha de bateria da Acadêmicos de Santa Cruz, Jack Maia chega ao Grupo Especial.

A empresária foi alçada a sambar na frente dos ritmistas da Estácio de Sá. Em em 2019 ela fez a sua estreia na escola ocupando o cargo de musa da escola.

Viradouro

Raissa Machado é rainha de bateria da Unidos do Viradouro — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Raissa Machado é rainha de bateria da Unidos do Viradouro — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Raissa Machado ocupa o título de rainha de bateria da Viradouro em mais um carnaval.

Ela reina na escola de Niterói desde 2014, mas a história é mais antiga. Raissa estreou na escola como destaque em 2009 e foi escolhida como musa em 2012 e 2013.

Evelyn Bastos, Rainha de Bateria da Mangueira — Foto: Rodrigo Gorosito / G1

Evelyn Bastos, Rainha de Bateria da Mangueira — Foto: Rodrigo Gorosito / G1

Mangueirense de carteirinha, Evelyn Bastos segue à frente da bateria da verde rosa em 2020. Ela foi coroada no ano de 2014 e, desde então, no cargo permanece.

Evelyn tem uma história antiga de amor com a Mangueira: ela desfila pela escola desde os 4 anos.

Paraíso do Tuiuti

Lívia Andrade é a nova rainha de bateria da Paraíso do Tuituti — Foto: Rodrigo Gorosito/G1

Lívia Andrade é a nova rainha de bateria da Paraíso do Tuituti — Foto: Rodrigo Gorosito/G1

Lívia Andrade está entre as figurinhas carimbadas no carnaval de São Paulo. No Rio, a apresentadora surge como novidade.

De musa a rainha, Lívia subiu ao trono e vai sambar à frente dos ritmistas da Paraíso do Tuiuti. Ela ocupa o lugar vago deixado por Carol Marins, que reinava desde 2016.

Grande Rio

Paolla Oliveira é a nova rainha de bateria da Grande Rio — Foto: Reprodução/Instagram

Paolla Oliveira é a nova rainha de bateria da Grande Rio — Foto: Reprodução/Instagram

O bom filho à casa torna. E a boa rainha também! Paolla Oliveira não desfila oficialmente no carnaval do Rio desde 2010.

Por dois anos consecutivos, a atriz brilhou na Grande Rio. Em 2020, Paolla é uma das rainhas mais esperadas para cruzar a Sapucaí pela escola de Duque de Caxias.

União da Ilha

Gracyanne Barbosa é a rainha de bateria da União da Ilha — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Gracyanne Barbosa é a rainha de bateria da União da Ilha — Foto: Marcos Serra Lima/G1

A União da Ilha segue com Gracyanne Barbosa como sua soberana. A modelo fitness estreou no cargo em 2018 e, em 2019, repetiu a dose. Gracy chegou a ficar um ano fora do carnaval, por conta de compromissos de trabalho. Mas sua permanência em 2020 mostra que ela voltou para ficar.

Portela

Bianca Monteiro é rainha de bateria da Portela — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Bianca Monteiro é rainha de bateria da Portela — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Cria da Portela, Bianca Monteiro se mantém como rainha de bateria da escola. Bianca estreou no cargo no ano de 2017, ao ocupar o posto deixado por Patrícia Nery. Ela foi passista da Portela e realizou o sonho de qualquer menina da comunidade ao ascender ao trono.

São Clemente

Raphaela Gomes é rainha de bateria da São Clemente — Foto: Alexandre Durão/G1

Raphaela Gomes é rainha de bateria da São Clemente — Foto: Alexandre Durão/G1

Raphaela Gomes segue como rainha de bateria da São Clemente. Ela estreou no cargo com 15 anos, quando ocupou o lugar deixado pela prima, Bruna Almeida, que engravidou e decidiu abandonar a função para cuidar do filho. Hoje, com 20 anos, Raphaela já se consagrou no posto.

Vila Isabel

Aline Riscado é a nova rainha de bateria da Vila Isabel — Foto: Caio Kenji/G1

Aline Riscado é a nova rainha de bateria da Vila Isabel — Foto: Caio Kenji/G1

Aline Riscado está de volta ao carnaval do Rio em 2020 — e para ocupar o espaço vago deixado por Sabrina Sato na Vila Isabel, depois de nove anos.

A bailarina também já foi rainha de bateria da Caprichosos de Pilares, na Série A, em 2014, e musa da Acadêmicos do Salgueiro, no Grupo Especial, em 2016.

Salgueiro

Viviane Araújo é rainha de bateria do Salgueiro — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Viviane Araújo é rainha de bateria do Salgueiro — Foto: Marcos Serra Lima/G1

A rainha das rainhas! E não é por menos. Afinal, Viviane Araújo já está há 25 anos no carnaval. Só no Salgueiro, a atriz reina na bateria pelo 12º ano consecutivo. Em 2020, claro, Vivi segue segurando a coroa na cabeça e pronta para dar mais um show na Sapucaí.

Unidos da Tijuca

Lexa é a nova rainha de bateria da Unidos da Tijuca — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Lexa é a nova rainha de bateria da Unidos da Tijuca — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Depois de desfilar em 2019 como musa da Mocidade, no Grupo Especial, e rainha de bateria na Unidos de Bangu, na Série A, Lexa assume um novo título. Desta vez, a cantora vai sambar à frente da bateria da Unidos da Tijuca.

Mocidade

Giovana Angélica é a nova rainha de bateria da Mocidade — Foto: Reprodução/Instagram

Giovana Angélica é a nova rainha de bateria da Mocidade — Foto: Reprodução/Instagram

Cria de Padre Miguel, Giovana Angélica ascendeu ao trono em 2020. A turismóloga já foi musa por dois anos, em 2017 e 2018, e estreia no cargo de rainha de bateria da Mocidade, deixado por Camila Silva.

Beija-Flor

Raíssa Oliveira é rainha de bateria da Beija-Flor — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Raíssa Oliveira é rainha de bateria da Beija-Flor — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Raissa Oliveira é uma estrela precoce do mundo do samba. Estreou no cargo de rainha de bateria com 12 anos, em 2003, e nunca mais parou. Em 2020, Raissa promete seu retorno à Sapucaí na Beija-Flor após dar à luz sua primeira filha, Rhayalla.