Éramos seis: dura, isabel magoa a tia com verdades

Compartilhe no WhatsApp

Isabel (Giullia Buscacio) e Clotilde (Simone Spoladore) em Éramos Seis (Reprodução)

Isabel (Giullia Buscacio) e Clotilde (Simone Spoladore) em Éramos Seis (Reprodução)

Em Éramos Seis, Isabel (Giullia Buscacio) está bem soltinha e cada vez mais disposta a levar o seu namoro com Felício (Paulo Rocha) pra frente. E em breve, a filha de Lola (Gloria Pires) dará uma grande bola fora.

O alvo das grosserias/verdades ditas por Isabel será sua tia, Clotilde (Simone Spoladore), que ouvirá poucas e boas da garota. E antes mesmo disso, Isabel vai detonar Carlos (Danilo Mesquita), para o advogado.

“Ô querida… Essas brigas me deixam tão nervosa. Quase me queimo toda, deixei a gordura espirrar”, diz Clotilde para Isabel, ao vê-la chegar em casa. A filha de Lola pergunta se a tia se queimou, o que Clô nega.

A jovem, então, começa a jogar algumas verdades duras na cara da tia: “Coitado do Alfredo, ele não é um bandido… E o Carlos… O Carlos acha que é o quê? O santo da casa? Que pode endireitar o mundo? Não concordo com o que o Alfredo fez, mas o Carlos se mete demais na vida de todo mundo. Ele enche as medidas! E a mamãe segue o pensamento dele pra tudo”, resmunga.

Sua tia reclama de febre e conta que desde que saiu do hospital não se sente muito bem. “Está vendo? Teve febre, febre nervosa… Eu nunca vou ter isso. A vida da gente é uma só, tia. E não quero passar a minha vida como você, mexendo a panela da casa dos outros porque nunca teve coragem de ter a própria casa”, brada Isabel.

REBELDIA EM ÉRAMOS SEIS:
Pouco antes dessas grosserias, a filha de Lola havia prometido ao namorado que falaria naquele dia mesmo para sua mãe sobre o romance dos dois, sem se importar com a reação de Lola, já que ninguém tem nada a ver com sua vida.