Amiga defende Suzane Von Richthofen – Advogado diz que Suzane usou drogas antes do crime – SuperPop (19/10/20) | Completo

Compartilhe no WhatsApp

Amiga defende Suzane Von Richthofen - Advogado diz que Suzane  usou drogas antes do crime - SuperPop (19/10/20) | Completo

Amiga defende Suzane Von Richthofen: “Ela foi manipulada”

A advogada Luiza Helena Sanches, que se diz amiga de Suzane Von Richthofen, disse durante sua participação no SuperPop desta segunda-feira (19), que a condenada por matar os pais, na verdade, foi manipulada. Luiza, que já trabalhou para a avó de Suzano, defende as amiga. Ela revelou inclusive que Suzane já frequentou a sua casa.

“Eu conheci a Suzane bastante tempo. Ela esteve na minha cidade e uma das entrevistas foi gravada na minha casa. Ela não é manipuladora ela foi manipulada… pelo Daniel”, explicou.

A advogada disse ainda que a avó de Suzane, a dona Margot, tinha o desejo de ver a neta antes de morrer. “Ela queria olhar para a neta e dizer que a perdoava”, contou. Luiza, no entanto, informou que o pedido foi negado pela Justiça e a avó, que era mãe do pai de Suzane, morreu em ver a neta.

Advogado diz que Suzane Richthofen usou drogas antes do crime: “Fumou maconha o dia inteiro”

O advogado Mário Sérgio Oliveira revelou durante sua participação no SuperPop desta segunda-feira (19), que a condenado pela morte dos pais Suzane Von Richthofen cometeu o crime por conta do abusivo uso de drogas. Segundo ele, no dia dos fatos, Suzane teria fumado maconha.

“Em razão da quantidade de drogas que foi usada naquele dia, isso é comprovado cientificamente, dependendo da quantidade de drogas que é usado, existe uma despersonalização da pessoa”, explicou.

Neste momento, a apresentadora Luciana Gimenez questiona que tipo de droga Suzane teria usado. E o advogado responde: “Maconha o dia inteiro”. E ele segue defendo a condenada: “No dia anterior [data do crime] que ela não usou droga ela se recusou a executar o crime”, complementou.

Autor do livro sobre Suzane Richthofen diz: “Até o promotor público ela seduziu”

O jornalista Ulisses Campbell, autor do livro “Suzane: Assassina e Manipuladora” participou do SuperPop desta segunda-feira (19). Durante o bate-papo sobre um dos crimes que mais chocou a opinião pública brasileira, Campbell revelou que todos os adjetivos que ele atribui à Suzane, como manipuladora, por exemplo, foram relatados em laudos de psicólogos. O jornalista disse ainda que este é o perfil de Suzane já que ela teria, inclusive, seduzido várias pessoas dentro do sistema carcerário para sobreviver na cadeia

“A manipulação dela, que está no título do livro, se refere ao período em que ela ficou na cadeia que é a maior parte do livro, que ela só sobreviveu porque ela teve que desenvolver este poder de manipulação. Ela teve que seduzir diretora de cadeia, médica de cadeia, líder de cadeia e até o promotor público ela seduziu para poder mudar de cadeia”, explicou.

Suzane chegou a namorar com Rogério Olberg, que é irmão de sua companheira de cela, Luciana Olberg. No entanto, o autor do livro disse que o relacionamento teria chegado ao fim no começo deste ano. “A informação que eu tenho é de que o Rogério estaria namorando com uma outra menina lá na cidade dele de Angatuba”, finalizou.

SuperPop (19/10/20) | Completo